domingo, 1 de agosto de 2010

SP: Jaboticabal cria bolsa adoção

Intenção é fazer com que pessoas do laço sanguíneo cuidem das crianças que estão em situação de acolhimento

A partir de janeiro, a prefeitura de Jaboticabal, região de Ribeirão Preto, colocará em prática o projeto Auxílio Temporário à Adoção, ou bolsa adoção. Pelo programa, parentes das crianças que estão em uma das três instituições do município ou famílias substitutas receberão mensalmente entre meio e um salário mínimo por até dois anos para fazerem a adoção. O programa foi criado pelo prefeito José Carlos Hori (PPS), que é pai adotivo e atuou em abrigos para crianças e adolescentes. Segundo ele, a primeira intenção é fazer com que pessoas do laço sanguíneo cuidem das crianças. Parentes ou famílias substitutas podem optar pelo auxílio em dinheiro, mas o valor deve ser destinado exclusivamente às necessidades das crianças. Eles também podem receber a ajuda em outras formas, como ter uma casa para morar isenta de aluguel enquanto estiverem inseridos no programa.