domingo, 24 de outubro de 2010

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

18 de setembro, próxima reunião do ACOLHER!

Dia 18 de setembro, sabado, 15:30, proxima reunião do PROJETO ACOLHER
tema:
ADOÇÃO DE CRIANÇAS COM ETNIA DIFERENTE DO ADOTANTE
venham e participem!

domingo, 1 de agosto de 2010

SP: Jaboticabal cria bolsa adoção

Intenção é fazer com que pessoas do laço sanguíneo cuidem das crianças que estão em situação de acolhimento

A partir de janeiro, a prefeitura de Jaboticabal, região de Ribeirão Preto, colocará em prática o projeto Auxílio Temporário à Adoção, ou bolsa adoção. Pelo programa, parentes das crianças que estão em uma das três instituições do município ou famílias substitutas receberão mensalmente entre meio e um salário mínimo por até dois anos para fazerem a adoção. O programa foi criado pelo prefeito José Carlos Hori (PPS), que é pai adotivo e atuou em abrigos para crianças e adolescentes. Segundo ele, a primeira intenção é fazer com que pessoas do laço sanguíneo cuidem das crianças. Parentes ou famílias substitutas podem optar pelo auxílio em dinheiro, mas o valor deve ser destinado exclusivamente às necessidades das crianças. Eles também podem receber a ajuda em outras formas, como ter uma casa para morar isenta de aluguel enquanto estiverem inseridos no programa.

domingo, 25 de julho de 2010

Proxima reunião do ACOLHER!

7 de agosto

Tema: Os diversos tipos de família (tradicional, monoparental, homoafetiva, recasadas) e a criação dos filhos.









quarta-feira, 14 de julho de 2010

Mutirão tenta tirar crianças de abrigos

Justiça inicia ação para detectar crianças e jovens que estão há mais de dois anos longe do convívio familiar

A Justiça de São Paulo fará, a partir do próximo dia 27, um mutirão em todos os abrigos de crianças e adolescentes do estado para garantir um ponto fundamental do Estatuto da Criança e do Adolescente: o direito ao convívio familiar. A ação vai reavaliar a situação de cada um dos cerca de 13 mil abrigados hoje no estado. A ofensiva é fortalecida pela nova lei de adoção, que acrescentou ao ECA, no final de 2009, dois pontos: ninguém pode ficar em abrigos por mais de dois anos e todos têm direito a ter sua situação reavaliada a cada seis meses. As chamadas "audiências concentradas" vão durar três meses e serão realizadas nos próprios abrigos. Além do juiz, a audiência terá promotor, defensor público, familiares e representantes da prefeitura nas áreas de assistência social, educação, saúde e habitação.

[Folha de S. Paulo (SP), José Benedito da Silva ? 14/07/2010]

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Adoção de bebê negro por Sandra Bullock gera polêmica nos EUA

A adoção de um bebê por Sandra Bullock e seu ex-marido, Jesse James, gerou polêmica nos Estados Unidos pela origem afro-americana da criança e por sua aparição em uma revista em meio a supostos casos de infidelidades do ex-esposo, informou hoje a CNN.
Apesar de Sandra ter recebido apoio público desde a divulgação das supostas relações extramatrimoniais de James, que levaram o casal ao divórcio, a notícia da adoção de Louis Bardo Bullock causou polêmica.
O site Black Voices qualificou a situação de "caso curioso" e afirmou que o fato de estrelas como Madonna e Angelina Jolie optarem por adotar crianças negras gera "perguntas e suspeitas". E questiona: "Por que querem um bebê negro em vez de um branco, se também há [brancos] para adoção?"
Em março, várias mulheres anunciaram publicamente que foram amantes de James e, embora ele nunca tenha confirmada a veracidade das acusações, Sandra pediu o divórcio.
Na semana passada, a revista "People" mostrou pela primeira vez uma foto da atriz com seu bebê, o que, para alguns, foi uma estratégia de relações públicas.
Uma enquete aberta aos leitores do site Clutch sobre o oportunismo da apresentação à imprensa de Louis constatou que, apesar de as pessoas serem a favor da adoção, consideram "suspeito o momento em que [a imagem] foi divulgada".

terça-feira, 1 de junho de 2010

12 de junho, proxima reunião do ACOLHER


A proxima reunião do Projeto Acolher ocorrerá no dia 12 de junho, e o tema será PRECONCEITOS SOBRE A ADOÇÂO, A QUESTÂO DA HEREDITARIEDADE.
Participe!

sábado, 22 de maio de 2010

Adoção: Perguntas e respostas


A jornalista Monica Krausz, mãe adotiva e uma das fundadoras do Projeto Acolher, escreveu uma interessante matéria que ajuda a esclarecer muitas questões sobre a adoção, especilamente á luz da nova legislação.
Parabéns Monica!

Se quiser ler a matéria clique

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Disque-Denúncia procura acusada de torturar criança

O Disque-Denúncia divulgou hoje o cartaz em que a procuradora aposentada Vera Lúcia Sant'Anna Gomes, de 66 anos, aparece como "procurada". Ela é acusada de torturar a menina de dois anos que estava sob sua guarda. A procuradora está foragida desde quarta-feira, dia 5, quando foi decretada a sua prisão. Quem souber do paradeiro de Vera Lúcia Gomes pode ligar para (21) 2253-1117, em condição de anonimato.

A Justiça negou ontem a liminar que pedia a revogação da prisão de Vera Lúcia Sant'Anna Gomes. Para a desembargadora Gizelda Leitão Teixeira, da Quarta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, a procuradora mostrou "verdadeiro desprezo pela lei".

"Procurada, por ordem judicial, pela polícia judiciária nos locais em que informou que poderia ser encontrada, simplesmente desapareceu. Se não houvesse motivo para a decretação da custódia preventiva, agora há motivos, e bem contundentes, para que a paciente seja mantida custodiada, pois demonstrou verdadeiro desprezo pela lei", escreveu a relatora em seu despacho.

(matéria publicada no Yahoo Noticias

terça-feira, 27 de abril de 2010

STJ mantém adoção de crianças por casal homossexual

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) proferiu hoje uma decisão inovadora para o direito de família. Por unanimidade, os ministros negaram recurso do Ministério Público do Rio Grande do Sul e mantiveram a decisão que permitiu a adoção de duas crianças por um casal de mulheres.
Seguindo o voto do relator, ministro Luis Felipe Salomão, a Turma reafirmou um entendimento já consolidado pelo STJ: nos casos de adoção, deve prevalecer sempre o melhor interesse da criança. " Esse julgamento é muito importante para dar dignidade ao ser humano, para o casal e para as crianças", afirmou.

Uma das mulheres já havia adotado as duas crianças ainda bebês. Sua companheira, com quem vive desde 1998 e que ajuda no sustento e educação dos menores, queria adotá-los por ter melhor condição social e financeira, o que daria mais garantias e benefícios às crianças, como plano de saúde e pensão em caso de separação ou falecimento.

A adoção foi deferida em primeira e segunda instâncias. O tribunal gaúcho, por unanimidade, reconheceu a entidade familiar formada por pessoas do mesmo sexo e a possibilidade de adoção para constituir família. A decisão apontou, ainda, que estudos não indicam qualquer inconveniência em que crianças sejam adotadas por casais homossexuais, importando mais a qualidade do vínculo e do afeto no meio familiar em que serão inseridas. O Ministério Público gaúcho recorreu, alegando que a união homossexual é apenas sociedade de fato, e a adoção de crianças, nesse caso, violaria uma série de dispositivos legais.

O ministro Luis Felipe Salomão ressaltou que o laudo da assistência social recomendou a adoção, assim como o parecer do Ministério Público Federal. Ele entendeu que os laços afetivos entre as crianças e as mulheres são incontroversos e que a maior preocupação delas é assegurar a melhor criação dos menores.

Após elogiar a decisão do Tribunal do Rio Grande do Sul, relatada pelo desembargador Luiz Felipe Brasil Santos, o presidente da Quarta Turma, ministro João Otávio de Noronha, fez um esclarecimento: “Não estamos invadindo o espaço legislativo. Não estamos legislando. Toda construção do direito de família foi pretoriana. A lei sempre veio a posteriori”, afirmou o ministro.

Matéria publicada no site do STJ

quinta-feira, 22 de abril de 2010

segunda-feira, 12 de abril de 2010

INGRID não aceita neto adotivo


A novela VIVER A VIDA mostrou hoje uma cena em que a personagem Ingrid (Nathalia do Valle) discute com o filho (Miguel Solano) que ela é contra ele se casar com Luciana (Aline Moraes) pois ela sendo paraplégica eles não poderiam ter filhos.

Miguel então afirma que se não puderem ter filhos biológicos eles poderão adotar uma criança.

Ingrid reage violentamente:

- Eu não aceito ser chamada de avó por uma criança estranha! Foi a reação da mãe, que passou a desfiar uma série de frases preconceituosas, que irritaram muito o filho, que praticamente expulsou a mãe da sala.

Na realidade a personagem traduziu com bastante fidelidade o preconceito que muitas pessoas ainda tem com relação á adoção. Pontos para a novela que coloca em pauta um assunto que diz respeito a muitos de nós!

E você? Já passou por situações assim?

sexta-feira, 26 de março de 2010

Missa de Sétimo Dia

Informamos que a missa de sétimo dia da Roberta será dia 27 de março, sábado, ás 19:30no orfanato São Judas Tadeu.
Avenida 2801, Jabaquara - ao lado da Igreja de São Judas Tadeu!

quarta-feira, 24 de março de 2010

Roberta Assam Penha


O Projeto Acolher acordou mais triste nesta quarta. Nesta madrugada faleceu nossa amiga e incansável secretária do Projeto Acolher, Roberta.

Após uma longa luta contra o câncer Roberta partiu para outra etapa de sua vida, deixando muitas lições e muitas sementinhas. Até o ultimo momento ela se manteve atuante no Projeto ACOLHER, e dezenas de pessoas que ligaram para o acolher não sabiam que muitas vezes estavam sendo atendidas de dentro do hospital. E isto para nós é uma grande responsabilidade doravante.

Qualquer coisa que se diga sobre a Roberta e sobre o quanto vamos sentir saudade não vai ser suficiente, ela foi uma pessoa que realmente modificou a vida de muitas pessoas a sua volta.

Procuramos estar ao lado dela durante esta fase difícil, mas agora queremos estar do lado e deixar nosso carinho para sua filha Daniela, seu marido Humberto, ao Sandor- pai de Daniela e ex-marido de Roberta, aos seus pais e a todos que amam Roberta.

Tem uma frase que diz: " Uma pessoa realmente só morre quando a última pessoa que lembrava dela a esquecer", no caso da Roberta temos certeza que ela vai demorar muito tempo para ser esquecida...

Roberta, um beijo! Nós te amamos! Obrigado por tudo!

domingo, 28 de fevereiro de 2010

O PRIMEIRO ENCONTRO COM A CRIANÇA!

Este será o tema da reunião do dia 6 de março do PROJETO ACOLHER!

Como será o primeiro encontro com a criança?
Será que vai tocar um "sininho"?
O que devo esperar deste primeiro encontro?
O que aconteceu no primeiro encontro de outras pessoas com suas crianças?


Estes e outros assunto serão conversados na reunião do proximo sábado do PROJETO ACOLHER, dia 6 de março
Serão dois grupos, ambos com início ás 16 horas
Um grupo para quem tá vindo pela primeira ou segunda vez
Outro para quem já participou e vem assistir a reunião temática.
Seremos pontuais no inicio das reuniões, por favor não atrase

Veja outras informações: